Brasil terá nova fábrica de baterias para veículos elétricos 

Como já é esperado, o futuro do setor automotivo pertence aos carros elétricos, e, apesar de aqui no Brasil ainda não estarmos totalmente adaptados a essa realidade, como em outros países, já começamos a dar os primeiro passos. 

Prova disso foi o comunicado da BorgWarner sobre a abertura da nova fábrica de baterias para veículos elétricos em 2023. 

Quer saber mais sobre essa novidade? Então continue a leitura deste post! 

Nova fábrica de baterias para veículos elétricos 

Para quem não sabe, a BorgWarner é um dos maiores fornecedores automotivos do mundo que recentemente adquiriu a fabricante alemã de baterias elétricas, Akasol AG. Com essa aquisição, a empresa conseguirá expandir o trabalho de eletrificação de veículos comerciais e industriais. 

Como afirmou o vice-presidente e gerente geral de sistemas globais de bateria, Henk Vanthournout: 

“Estamos entusiasmados com a demanda e o potencial de mercado para esses produtos e a oportunidade de oferecer aos nossos clientes um portfólio flexível e de alta qualidade de soluções eletrificadas” (…) “Esta instalação produzirá componentes de veículos elétricos inovadores, globais e de ponta.” 

Localizada no interior de São Paulo, na cidade de Piracicaba, essa será a quarta fábrica da empresa a nível global, a qual será responsável pela fabricação de pacotes de bateria, sistemas de gerenciamento e de recarga para carros elétricos e ônibus. 

De início, a estimativa de capacidade de produção é de 4 mil sistemas de baterias no ano, já que parte das matérias-primas é importada. As operações da BW devem começar no primeiro trimestre de 2023. 

As metas de faturamento e produção da BorgWarner no Brasil 

A empresa teve um faturamento de US$14,8 bilhões em 2021. Com a chegada dos sistemas de eletrificação, a meta é aumentar esse valor em 45%. Para se ter ideia, a energia gerada pela fabricante será capaz de alimentar 200 casas por ano. 

Outro ponto interessante é que cerca de 18 milhões de toneladas de CO2 foram diminuídas a partir dos turbos criados pela BW, assim como os motores de combustão. Além disso, a produção local teve um crescimento de 13,4%, com expectativa que a venda do componente atinja até 71% em 2023.

A demanda que a fabricante assumirá mostra quão motivada ela está com o projeto de implantação da eletrificação dos veículos no país. Portanto, podemos esperar ainda mais novidades para os próximos anos.

(Aproveite para ler também: Mitos e verdades sobre bateria de carro elétrico).

E então, achou que esse conteúdo foi útil? Para ler outras matérias como essa, não deixe de acompanhar nosso blog e nossas redes sociais. Até a próxima!

Ficou com alguma dúvida? Escreva seu comentário aqui embaixo!

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?