Você já ouviu falar no veículo elétrico compartilhado? 

A iniciativa foi desenvolvida pelo banco Itaú em 2021 e segue em fases de testes. O VEC — Veículo Elétrico Compartilhado — como é chamado, tem previsão de lançamento para 2023. 

A alternativa de mobilidade tem a mesma ideia da bicicleta compartilhada, no entanto, a proposta é oferecer mais funções e possibilidades de uso ao motorista. 

Ficou curioso por esse projeto? Então continue a leitura para saber mais! 

Entenda a proposta do veículo elétrico compartilhado

O VEC Itaú foi dividido em etapas. A primeira, que ficou planejada para o segundo semestre deste ano, terá como foco inicial as empresas. Para pessoas físicas, a expectativa se mantém para o ano que vem. 

Rodnei Bernardino, responsável pela área de negócio de veículo do Itaú, conta que não imaginou que a proposta do veículo elétrico compartilhado atrairia público. No início, a ideia foi direcionada apenas para funcionários do próprio banco. Depois, outras empresas começaram a  procurá-lo com a intenção de oferecer o carro aos seus colaboradores. Exatamente por isso decidiram focar primeiramente em empresas. 

Segundo o executivo:

“O VEC também vai incentivar o uso do veículo elétrico, que ainda é muito caro. Ou seja, vai permitir que mais pessoas utilizem esse tipo de carro, que é mais sustentável, confortável, seguro e silencioso. Um aspecto interessante é que o projeto atraiu muito mais empresas do que a gente imaginava. As montadoras querem expor seus veículos. Há locadoras e até supermercados e empresas do varejo. Estamos conversando com redes de estacionamentos, porque podemos instalar as estações nesses locais, que são seguros e permitirão que o cliente tenha uma boa experiência.”

(Leia mais sobre carros elétricos em nossa matéria: Tudo que você precisa saber sobre bateria de carro elétrico).

Como funciona o VEC?

O serviço do VEC será disponibilizado em São Paulo. Para utilizar, o usuário precisará:

  • Baixar o aplicativo vec 
  • Realizar um cadastro 
  • Verificar os carros que estão disponíveis na estação e ir até lá 
  • Abrir as portas do veículo pelo aplicativo e pronto!

Os valores devem variar de acordo com o modelo do carro escolhido. A cobrança será feita por minuto, mas haverá condições específicas para horas e dias.  

E então, achou que este conteúdo foi útil? Para ler outros artigos como esse, não deixe de acompanhar nosso blog semanalmente e nos seguir nas redes sociais. Até a próxima!

Ficou com alguma dúvida? Escreva seu comentário aqui embaixo!

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?