O impacto do 5G nas indústrias e a produtividade das montadoras

Apesar de ter um longo caminho a percorrer, a quinta geração da rede móvel, aos poucos, vem chegando ao país. E o impacto do 5G nas indústrias tende a ser grande, principalmente no que diz respeito à produtividade das montadoras

As expectativas são altas, pois as funcionalidades da rede podem otimizar todo o setor de produção e gerar muito mais entrega em menos tempo. A seguir, você vai entender como o 5G poderá influenciar o trabalho das montadoras no Brasil! 

O impacto do 5G nas indústrias: quando a tecnologia chegará ao Brasil

Depois do leilão da Anatel que aconteceu em 05 de novembro de 2021, ficou previsto que a rede 5G chegará ao país por volta de julho de 2022. No entanto, o acesso será, em primeiro momento, somente para as capitais. 

Para o restante da população — em cidades com mais de 30 mil habitantes —, a previsão é que até 2029 a tecnologia já esteja disponível. Isso porque a implementação requer investimento, estrutura e preparo para começar a rodar. 

Vale lembrar que cidades de países como China, Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Noruega, Austrália, Suíça, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, por exemplo, já utilizam a tecnologia 5G desde 2020. 

Como a rede 5G pode influenciar a produção das montadoras 

A rede 5G terá um padrão de transmissão de dados muito superior ao 4G, que é usado atualmente. Para se ter ideia, a estimativa é que ela ofereça velocidade de 10 a 20 vezes mais rápida, com a proposta de manter conectividade em qualquer lugar e sem interrupções, sem falar do potencial para a digitalização da economia, sobretudo para a indústria. 

Apesar de não haver muita exatidão sobre a data de início da tecnologia aqui no Brasil, alguns segmentos já estão se atualizando e se inteirando sobre as vantagens que ela poderá acarretar. É o caso do setor automobilístico. 

Um levantamento feito pela Accenture Industry X, indicou que a produtividade das montadoras pode ter um crescimento de 5% a 15% por conta do avanço da rede móvel. 

De acordo com o diretor associado da empresa, Carlos Boechat, “existe aplicabilidade para a indústria automotiva e entendemos que uma combinação de tecnologias, incluindo armazenamento de informações na nuvem e a internet das coisas, ajudarão a transformar a manufatura das montadoras. Estamos participando de discussões intensas para trabalhar junto com as montadoras e outras organizações para criar, de fato, uma jornada voltada para a escalabilidade”.

Além disso, o esperado é que os carros sejam projetados de forma mais inteligente, rumo a um caminho muito mais tecnológico, trazendo cada vez mais conforto e facilidades às pessoas. 

Você acabou de ver como o 5G pode influenciar a produtividade das montadoras. E essas são apenas previsões iniciais. A tendência é que a rede móvel de quinta geração traga ainda mais melhorias! 

E então, gostou deste conteúdo? Para ler outros posts como esse, é só continuar acompanhando nosso blog e nos seguir nas redes sociais. Toda semana publicamos diferentes materiais! Até a próxima!

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário aqui embaixo que responderemos em seguida! 

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?