Pneu remold: é seguro? Vale a pena adquirir?

Você também tem dúvidas sobre o pneu remold? Não sabe exatamente como ele é feito, se é seguro e se vale a pena utilizá-lo para economizar? Então este conteúdo é para você! 

No post de hoje, vamos explicar o que é e como é produzido esse tipo de peça para que você possa escolher a melhor opção quando for fazer a troca de pneus! Continue a leitura para conferir! 

O que é o pneu remold e como ele é desenvolvido

O pneu remold ou remoldado, como também é conhecido, passa por uma espécie de reconstrução (e por isso recebe esse nome). Esse processo envolve a raspagem e a troca da borracha das laterais da peça, dos ombros e da banda de rodagem, preservando apenas a carcaça original do pneu. 

Vale entender melhor a função de cada uma dessas partes: 

  • Lateral: serve para amortecer as irregularidades do solo. Justamente por isso possui uma borracha resistente e flexível.
  • Ombro: responsável por suportar o peso do veículo em curvas, conta com uma borracha extra para aguentar os desgastes e promover estabilidade ao automóvel.
  • Banda de rodagem: é a parte do componente que fica em contato direto com o solo.
    Os desenhos e sulcos da banda garantem aderência em chão seco e molhado, evitando derrapagem, aquaplanagem, além de reduzirem a temperatura do pneu e minimizarem os ruídos. 

Pneu remold é seguro? Vale a pena utilizá-lo? 

A peça remoldada está sujeita a sofrer maiores desgastes e a ter mais problemas se comparado com um novo, isso é fato. 

O grande fator negativo desse tipo de peça, no entanto, é em relação à carcaça. Mesmo que ela esteja em boas condições, sem rachaduras ou ressecada, nem sempre há como saber a marca e para o tipo de carro que foi projetada. 

Isso porque, de acordo com o Inmetro, os fabricantes não são obrigados a informar na lateral do pneu remodelado a marca original da peça. Dessa forma, é possível que você adquira um conjunto de componentes totalmente diferentes por dentro, que não é adequado para o modelo do seu veículo e que, consequentemente, vai interferir na performance do automóvel. 

A diferença entre pneus remold, recapado e recauchutado

Embora muita gente confunda, estes três tipos de pneus são diferentes. Entenda:

  • Remold: os remoldados são reformados por completo, mantendo somente a carcaça do pneu usado. 
  • Recapados: nesse caso, apenas a borracha desgastada da banda de rodagem é substituída.
  • Recauchutados: aqui ocorre a troca da borracha desgastada da banda de rodagem e dos ombros. 

Pneus remold precisam da certificação do Inmetro, fique atento! 

Por mais que os fabricantes não tenham obrigação de apresentar a marca original da carcaça, os remoldados precisam ser certificados pelo Inmetro e contar com as seguintes informações: 

  • Marca e CNPJ do fornecedor
  • Dimensão do pneu
  • índice de carga e velocidade
  • Data de reforma
  • Tipo de reforma 

E então, este conteúdo foi útil? Você acabou de conferir se o pneu remold é seguro e como ele é construído. Para ler outros artigos como esse, continue acompanhando nosso blog e nos siga nas redes sociais! 

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo que responderemos em seguida!

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?