Troca de carro financiado: o que você precisa saber

O financiamento é um dos métodos financeiros mais procurados na hora de comprar um carro. O modelo de contrato estabelecido e as possibilidades de parcelamento são as principais razões para utilizá-lo. No entanto, muitas vezes ocorre da pessoa querer fazer a troca do carro financiado. E é aí que as dúvidas começam a surgir. 

Por isso, no post de hoje, vamos mostrar alguns motivos que podem levar à substituição do veículo financiado e explicar como funciona o processo. 

É só continuar a leitura para saber mais! 

Motivos que podem levar a troca do carro financiado, entenda 

Alguns detalhes podem fazer com que seja necessário trocar o automóvel que foi financiado. Por exemplo: 

  • O veículo deixa de atender as necessidades do condutor. O tamanho é inadequado, ou o desempenho é inferior ao que ele precisa.
  • No caso de carros usados, pode ser que a pessoa queira um automóvel mais novo e moderno.
  • Imprevistos financeiros. O valor das parcelas acaba ultrapassando o preço que o comprador consegue pagar. Dessa forma, ele tende a buscar um veículo mais barato para realizar a troca. 

Como fazer a troca de maneira segura: 5 dicas básicas!

Para evitar dores de cabeça no processo, vale a pena seguir algumas dicas:

  • Analise as condições do carro que pretende trocar: verifique se os documentos estão corretos, principalmente a documentação do proprietário anterior, se há algum débito e se as parcelas do financiamento estão sendo pagas em dia.
     
  • Observe se a opção de troca é oferecida pela instituição credora, pois as condições de pagamento e contrato podem variar de uma empresa para outra.
  • Se possível, pague as parcelas do carro. Algumas instituições só aceitam a troca do carro financiado se o valor for pago integralmente antes. Aliás, o pagamento antecipado ainda pode te dar descontos.
  • Transfira a dívida para outra pessoa. Se o contrato possibilitar, você também pode passar o veículo para o nome de uma outra pessoa que irá assumir a dívida.
  • Troque direto na loja que comprou o automóvel. Se a concessionária permitir, ofereça o carro financiado como uma entrada para o novo modelo escolhido. 

Você acabou de conferir algumas dicas que podem te ajudar a fazer uma negociação mais segura. Se este conteúdo foi útil, continue acompanhando nosso blog e siga nossas redes sociais. Toda semana temos postagens novas! 

Ficou com alguma dúvida? Escreva um comentário!

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?