Sem lacre de placa, como evitar o roubo da nova placa Mercosul

Publicado em 15/07/2021 / Atualizado em 26/07/2021

Com a chegada da nova placa Mercosul, o uso do lacre que era fixado nos modelos antigos deixou de ser utilizado. O objetivo da troca foi de facilitar a vida do proprietário, no entanto, percebeu-se um aumento nos casos de carros roubados

Por isso, se você adquiriu ou tem um automóvel já com a nova versão, trouxemos uma dica básica de como evitar o roubo da placa Mercosul. Continue a leitura para acompanhar! 

Nova placa Mercosul: como funciona, quando ela deve ser substituída  

Chama-se Mercosul, exatamente por se enquadrar aos padrões do bloco Mercosul. Quer dizer que todos os países que fazem parte desse grupo econômico (Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina), terão as PIV (Placa de Identificação Veicular) padronizadas.  

Contudo, muitos carros ainda estão emplacados com a versão antiga. Mas, embora o uso do novo modelo tenha se tornado obrigatório a partir de 2020, a discussão sobre sua implementação está em pauta desde 2014. 

Assim, dá-se a obrigatoriedade nas seguintes situações: 

  • Para o primeiro emplacamento do veículo
  • Em caso de transferência de município 
  • Para a troca de categoria do veículo. Por exemplo, um táxi que se torna carro de passeio 
  • Se houver danos e problemas de legibilidade que reprovem a placa em uma vistoria.

Quais as mudanças do novo modelo de placa

A nova chapa mantém os 7 dígitos, porém, diferente da anterior, ela possui 4 letras e 3 algarismos. Dessa forma, a possibilidades de combinações das placas passam de 175 milhões para cerca de 450 milhões. 

Outra alteração que pudemos perceber foi a substituição da tarja preta que havia com o nome da cidade por outra azul apenas com o nome do país. As cores dos elementos alfanuméricos também mudam conforme a função do automóvel. Veja: 

  • Preto: veículos particulares 
  • Azul: carros comerciais, de autoescola e táxis 
  • Vermelho: veículos oficiais 
  • Verde: carros de testes 
  • Dourado: veículos diplomáticos 
  • Prata: carros de coleção 

Além disso, o novo modelo conta com gravações a laser, número de série com criptografia e QR Code, com o qual é possível descobrir todos os dados do automóvel e até mesmo informações de clonagem.

Como evitar o roubo da placa Mercosul?

Embora a mudança tenha tido o intuito de trazer melhorias e mais segurança ao dono do veículo, as ocorrências de roubo e furto não cessaram. Há quem diga, inclusive, que o problema aumentou. E o motivo é a ausência do selo e do arame que lacravam a peça no carro, podendo ser retirada agora com mais facilidade. 

Desse modo, muitas pessoas trocam o parafuso que é adicionado no emplacamento por outro para dificultar a ação de bandidos. Entre os mais usados, estão os parafusos sextavados com porcas; parafusos Torx; parafusos Allen. 

Ambas as opções deixam a chapa mais fixa e precisam de chaves específicas para serem removidas, o que tende a gerar mais segurança à PIV. 

E então, gostou deste conteúdo? Para ler outras postagens com dicas, informações e soluções veiculares, é só ficar de olho em nosso blog e seguir as nossas redes sociais! Até a próxima! 

Notícias relacionadas
Confira as mudanças na lei de trânsito e as novas regras da CNH
Em abril de 2021, a Lei 14.071/20 entrou em vigor. Sancionada desde outubro do ano passado, a nova legislação alterou diversos pontos do CTB, principalmente em relação à CNH. Saiba então o que mudou!
O que é veículo recuperado: tudo o que você precisa saber!
Quando se fala em carro recuperado, é normal surgir diversas dúvidas. Por isso, preparamos este conteúdo exclusivo para explicar tudo o que você precisa saber!
Vistoria cautelar: por que fazer e o que é observado
A vistoria cautelar é um ponto importantíssimo para garantir negociações mais seguras. Saiba por que e como fazê-la e o que é observado na avaliação!
O que aconteceu com a consulta de proprietários anteriores?
Em 2018 a FENASEG interrompeu a disponibilização da informação de proprietários anteriores. Você sabia qual era a origem dessa informação?
O que você precisa saber sobre veículo com débitos
Quando o assunto é veículo com débito, é preciso ficar atento. Saiba agora como fazer a consulta de débitos e se vale a pena investir em um automóvel nessa condição!
Histórico do veículo: confira 6 pontos que devem ser analisados!
As aparências podem enganar! Não basta olhar somente a estrutura do carro no momento de fechar um negócio, o histórico do veículo é capaz de revelar muito mais do que a sua boa estética. Confira, portanto, 6 fatores que devem ser analisados!
Veículo clonado: como funciona? O que fazer nessa situação?
Veículo clonado é um tipo de fraude mais comum do que imaginamos. Saiba, portanto, como identificar uma clonagem e o que fazer nessa situação.
10 modelos de veículos que mais valorizaram no final de 2020
Um levantamento feito nos últimos meses do ano passado, revelou uma situação atípica no setor automotivo: alguns veículos seminovos foram valorizados. Confira agora quais são os modelos!
IPVA: de quem é a responsabilidade do pagamento na revenda?
Na hora de trocar ou comprar um carro, o valor do IPVA é um dos fatores considerados pelo cliente para decidir o modelo. Veja, então, o que fazer em relação ao pagamento do imposto no momento da revenda!
Conheça as classificações e os principais tipos de sinistro de carro
Sinistro de carro, como sabemos, é o nome utilizado para referenciar veículos que tenham sofrido ou causado algum dano estrutural, recuperável ou não. Mas você conhece as classificações e os tipos de sinistro? Confira agora!

#AutoDicas

Como saber se o veículo tem passagem por leilão e sua gravidade?
A consulta Leilão Prime traz informação de 7 banco de dados diferentes, os quais englobam desde passagens por leilões registros de locadoras e mercado securitário. Além disso a consulta verifica a classificação do veículo.
Confira a consulta ideal
Existe alguma forma de saber se o veículo foi sinistrado?
Sim. Através da consulta Acidentes e Procedência, terá o apontamento da existência, ou não, do acionamento do sinistro.
Confira a consulta ideal
Por que saber se um veículo tem passagem por Roubo e Furto?
O veículo com passagem por Roubo e Furto sofre grande desvalorização, podendo chegar até 30% de sua tabela FIPE.
Confira a consulta ideal
Como faço para saber se o veículo é assegurável independentemente do condutor?
Através da consulta Radar Securitário você recebe uma avaliação com mais de 15 seguradoras a respeito da aceitação do seguro, preço médio e aceitação da FIPE.
Confira a consulta ideal
Consigo verificar as restrições do veículo sem o RENAVAM?
Em nossa consulta de Débitos você identifica todos os tipos de restrições, tais como alienação fiduciária (financiamento), RENAJUD, dados cadastrais estaduais e muito mais.
Confira a consulta ideal
Posso ter problemas de transferência do veículo por conta do proprietário anterior?
Sim, pois caso o proprietário atual do veículo esteja envolvido em algum processo, você terá chances de ter problemas na transferência. Através da consulta RENAJUD, você verifica a existência e número do processo.
Confira a consulta ideal