Confira as mudanças na lei de trânsito e as novas regras da CNH

Publicado em 06/05/2021 / Atualizado em 08/09/2021

No dia 12 de abril de 2021, a Lei 14.071/20, sancionada em outubro de 2020 pelo Presidente da República, entrou em vigor. O projeto apresenta diversas alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que vão desde a validade da Carteira Nacional de Habilitação até a quantidade e tolerância de pontos de infrações. 

Para te deixar por dentro de tudo, preparamos este conteúdo completo com as principais mudanças na legislação. Continue a leitura para saber como ficaram as novas regras da CNH e o impacto delas para os condutores. 

O que mudou com a nova lei: entenda as novas regras da CNH!

A nova lei de trânsito traz uma série de modificações, algumas delas, inclusive, foram bastante esperadas por parte dos condutores. Veja portanto o que mudou! 

Validade da CNH 

A maioria das alterações está relacionada à CNH. A partir de agora, os documentos emitidos terão validade de 10 anos para os motoristas de até 50 anos. 

De 50 a 70 anos, a carteira valerá por 5 anos. Acima dessa idade, a renovação deverá ser feita a cada 3 anos. 

Nova pontuação 

Até o momento, quando se atingia os 20 pontos da carteira, o documento passava por um processo de suspensão. Com a nova lei, essa pontuação aumentou para 40, desde que o motorista não cometa nenhuma infração gravíssima no período de 12 meses.

Vai funcionar da seguinte forma: 

  • 40 pontos, se o condutor não tiver nenhuma multa gravíssima em 12 meses
  • 30 pontos, se for registrada uma infração gravíssima em 12 meses 
  • 20 pontos, se houver duas infrações gravíssimas em 12 meses.

Essa norma, no entanto, não se aplica aos motoristas profissionais, como taxistas, motoristas de aplicativos, caminhoneiros e afins. Estes terão sempre o limite de 40 pontos, independentemente da infração.

Reciclagem da carteira com 30 pontos 

Na antiga regra, a reciclagem da carteira era feita para as categorias C, D ou E, quando fossem atingidos 14 pontos. Com o novo projeto, o curso de reciclagem será necessário para os profissionais que atingirem 30 pontos em 12 meses

O porte da CNH não é mais obrigatório 

A CNH Digital ganha ainda mais força, desobrigando o porte do documento ao dirigir. Além disso, a carteira digital também pode ser usada como documento de identidade válido em todo o território brasileiro. 

Advertências por escrito não dependem mais da decisão de autoridades

As multas de natureza leve ou média convertidas para advertências por escrito não dependem mais da decisão de autoridades.

Entretanto, se o condutor tiver cometido alguma infração nos últimos 12 meses, ele poderá pagar o valor da penalidade e terá os pontos descontados da carteira normalmente. 

Exame toxicológico

Mantém-se obrigatório o exame toxicológico para motoristas das categorias C, D e E, seja no processo de obtenção ou renovação do documento (a cada dois anos e meio).

Além disso, condutores com menos de 70 anos também deverão realizar um novo exame a cada dois anos e meio, não importando a validade da carteira de habilitação. 

Transferência de veículo 

Pela nova lei, quem não fizer a transferência do veículo em até 30 dias terá agora o registro de infração média, com multa no valor de R$130,16 e a remoção do automóvel. 

Fim das aulas noturnas no processo de obtenção da CNH 

As aulas noturnas não são mais obrigatórias para os candidatos que estiverem no processo de obtenção da CNH. A nova legislação anula, portanto, o artigo 158, § 2º do CTB.

E então, o que achou dessa matéria? Você acabou de conferir as principais alterações na lei que dizem respeito às novas regras da CNH. Para ler outras postagens como essa, é só continuar de olho no blog da AutoList e nos seguir nas redes sociais. Até a próxima! 

Notícias relacionadas
O mercado de carros seminovos durante a pandemia do coronavírus
A chegada do coronavírus mudou o mercado, de maneira geral, e o hábito de consumo das pessoas. Saiba agora como anda o mercado de carros seminovos durante a pandemia!
Para que serve a consulta de Gravame e como fazê-la?
Dentre tantas verificações que precisam ser feitas no momento de comprar um automóvel, principalmente seminovos e usados, muitas pessoas tendem a esquecer do gravame. Saiba o que é e para que serve a consulta de gravame agora mesmo!
Seguro auto: os carros da sua garagem são aceitos por algum?
Os carros que você vende são aceitos por algum seguro auto? Entenda agora a importância dessa informação para o seu cliente e veja o que pode interferir na contratação do serviço!
Veja como é classificada e avaliada a perda total de veículo
Registro de sinistro nem sempre quer dizer que um carro deu PT. Veja o que é e como é classificada a perda total de um veículo, além do passo a passo de como é feita essa avaliação!
Pane seca: tudo o que você precisa saber sobre o assunto
Você sabia que a pane seca pode causar prejuízos não só para o veículo, como também para o condutor? Entenda tudo sobre o assunto agora!
O que é multa Renainf? Saiba tudo sobre ela!
Já ouviu falar em multa Renainf? A seguir, vamos te explicar o que é essa infração, como ela funciona e como consultá-la. Confira!
Ações de marketing para aumentar as vendas na sua revenda de veículos
Já pensou em utilizar ações de marketing para aumentar as vendas da sua revenda de carros? Confira agora 5 dicas práticas que podem tornar o seu negócio mais visível no meio digital!
Saiba o que é e como aumentar sua rentabilidade com a venda direta
Saiba o que é exatamente e como funciona a venda direta de veículos, um tipo de negócio que pode ser muito rentável para sua revenda!
Conheça as classificações e os principais tipos de sinistro de carro
Sinistro de carro, como sabemos, é o nome utilizado para referenciar veículos que tenham sofrido ou causado algum dano estrutural, recuperável ou não. Mas você conhece as classificações e os tipos de sinistro? Confira agora!
Conheça as diferentes classificações de avarias de leilão
Conheça as diferentes classificações de avarias de leilão e entenda como os veículos leiloados são oferecidos!

#AutoDicas

Como saber se o veículo tem passagem por leilão e sua gravidade?
A consulta Leilão Prime traz informação de 7 banco de dados diferentes, os quais englobam desde passagens por leilões registros de locadoras e mercado securitário. Além disso a consulta verifica a classificação do veículo.
Confira a consulta ideal
Existe alguma forma de saber se o veículo foi sinistrado?
Sim. Através da consulta Acidentes e Procedência, terá o apontamento da existência, ou não, do acionamento do sinistro.
Confira a consulta ideal
Por que saber se um veículo tem passagem por Roubo e Furto?
O veículo com passagem por Roubo e Furto sofre grande desvalorização, podendo chegar até 30% de sua tabela FIPE.
Confira a consulta ideal
Como faço para saber se o veículo é assegurável independentemente do condutor?
Através da consulta Radar Securitário você recebe uma avaliação com mais de 15 seguradoras a respeito da aceitação do seguro, preço médio e aceitação da FIPE.
Confira a consulta ideal
Consigo verificar as restrições do veículo sem o RENAVAM?
Em nossa consulta de Débitos você identifica todos os tipos de restrições, tais como alienação fiduciária (financiamento), RENAJUD, dados cadastrais estaduais e muito mais.
Confira a consulta ideal
Posso ter problemas de transferência do veículo por conta do proprietário anterior?
Sim, pois caso o proprietário atual do veículo esteja envolvido em algum processo, você terá chances de ter problemas na transferência. Através da consulta RENAJUD, você verifica a existência e número do processo.
Confira a consulta ideal