O que aconteceu com a consulta de proprietários anteriores?

Alguns meses atrás, a FENASEG (Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização) interrompeu a disponibilização da informação de proprietários anteriores. Antes de falar do futuro dessa decisão, você conhecia exatamente a base desse dado para todas as empresas de informações veiculares no Brasil?

A origem da informação

Muitos desconhecem, mas essa informação por muito tempo foi entendida como a relação de proprietários que o veículo já teve, seja para defender um preço melhor no momento da venda, comunicando o primeiro ou segundo dono, seja para reduzir a oferta por um histórico de vários proprietários.

O que poucos sabiam é que ela sempre foi extraída com base no registro de comprovantes do DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres). Logo, se o veículo tivesse sido revendido dentro do prazo de validade do DPVAT, esse dado não seria computado.

O bloqueio da informação para todo o mercado

Em agosto de 2018, essa informação foi descontinuada por sua única fornecedora, a FENASEG, pois alguns meses depois entrou em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPDP), a qual regula toda e qualquer divulgação dos dados pessoais.

Sendo assim, por conta disso e outras decisões da federação, as empresas que continuam comercializando-a não possuem uma base atualizada e não a entregam como deveria.

Existe alguma maneira de conseguir a informação de proprietários anteriores por transferência?

Infelizmente, através de uma consulta não é mais possível, mas existe outro caminho.

Para obter essa informação, você precisará localizar o DETRAN de seu estado e solicitar uma certidão de veículo ou de proprietário, além disso, será necessário preencher uma requisição e pagar uma taxa para poder baixar a relação.

A disposição desse dado vai depender de cada DETRAN, além de que o valor da taxa também poderá variar de estado para estado. Um exemplo disso é o estado do Paraná, confira aqui.

O futuro dessa informação

Até o momento existem muitas incertezas sobre como solucionar essa dúvida para cada revendedor. Porém, como a AutoList preza muito por sua idoneidade e ações legalizadas, temos uma equipe que acompanha o mercado a fim de buscar informações complementares que possam trazer a solução mais adequada para o processo de avaliação e compra de um veículo.

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?