Seguro auto recusado: por que isso acontece? Quais os motivos?

09/09/2021

Já teve um seguro auto recusado e não entendeu o porquê? Pois fique sabendo que isso acontece mais do que imaginamos, e existem razões específicas para a contratação do serviço ser negada pela empresa. 

Por isso, no post de hoje vamos explicar os motivos pelos quais pode ocorrer a recusa de uma proposta de seguro. Para conferir, é só continuar a leitura! 

A seguradora pode recusar a proposta? 

O objetivo do seguro, como sabemos, nada mais é do que proteger o veículo contra possíveis acidentes. Porém, sim, a seguradora pode recusar. E isso muitas vezes se dá por ela entender que determinado automóvel já está passível de tantos riscos que não compensa assegurá-lo. 

A empresa possui um prazo de 15 dias para dar uma resposta de sim ou não ao consumidor. Passado esse período, e se não entrar em contato com a pessoa, ela perde o direito de recusá-lo. 

Outro ponto a ser ressaltado é que, ao negar, a prestadora do serviço precisa enviar um documento oficial que descreva todos os motivos do veículo não ter sido aceito. 

Entenda as principais causas de um seguro auto recusado 

Alguns fatores podem fazer com que a proposta de seguro seja recusada. Entre os principais, estão os seguintes: 

  • Veículos irregulares e/ou com pendências no Detran: se a documentação do carro não estiver em dia (IPVA, CRLV, DPVAT), ou se houver alguma irregularidade com o emplacamento, débitos ou multas pendentes, a empresa pode negar a proposta. 
  • Automóvel modificado ou em condições duvidosas: as seguradoras também costumam vetar o seguro para veículos que tiveram sua estrutura modificada; peças substituídas por outras de menor qualidade; que tenham restrições e carros recuperados ou sinistrados. 
  • Carros reprovados na vistoria: para ser aceito, o veículo passa por uma vistoria, na qual é constatada se ele realmente está ou não em bom estado. 
  • Tipo e ano do veículo: automóveis importados ou de valor muito alto geralmente não são interessantes para as seguradoras. O mesmo vale para carros muito antigos ou que já estejam fora de linha. 
  • Perfil do condutor: além do veículo, o perfil do condutor também é analisado. A empresa irá avaliar os diferentes riscos que o motorista pode oferecer, seja em relação ao pagamento da apólice ou com os próprios danos que pode causar ao carro. Isso cria uma espécie de balança em que é verificado se vale a pena ou não assegurá-lo. 

Você acabou de conferir as principais situações que podem resultar na recusa do seguro auto. Para ler outras matérias com temas relacionados, conferir diversas dicas e soluções veiculares, é só continuar acompanhando nosso blog e nossas redes sociais!

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário aqui embaixo que responderemos em seguida!

Notícias relacionadas
Veículo com passagem por leilão, até onde vale a pena comprar um?
Você sabia que um veículo com passagem por leilão tem grande desvalorização no mercado? Grande parte, 20% em relação a tabela FIPE.
Entenda qual a melhor época para comprar e vender carros seminovos
Quer saber qual é a melhor época do ano para comprar e vender carros seminovos? Acesse agora para conferir!
Quilometragem adulterada: como identificar em um carro seminovo?
Quilometragem adulterada é uma das preocupações de quem vai adquirir um carro. Confira 5 dicas básicas de como identificar se há algo de errado com o veículo!
Você precisa conhecer: 6 novas tecnologias automotiva
A tecnologia automotiva não para de inovar e surpreender. Confira agora 6 novas super ideias que foram criadas ou estão em desenvolvimento!
Entenda por que indicar o seguro auto ao seu cliente
Você indica o seguro auto aos seus clientes quando fecha uma venda? Confira agora a importância de conscientizá-los sobre as vantagens do serviço!
Sem lacre de placa, como evitar o roubo da nova placa Mercosul
Fique por dentro de tudo sobre a nova placa Mercosul! Saiba agora o que mudou em relação a anterior, quando ela deve ser substituída e como evitar roubo!
Como consultar um veículo pelo CPF ou CNPJ: entenda como funciona!
Saiba como consultar um veículo pelo CPF ou CNPJ e veja o que está registrado na documentação do seu cliente!
Conheça as classificações e os principais tipos de sinistro de carro
Sinistro de carro, como sabemos, é o nome utilizado para referenciar veículos que tenham sofrido ou causado algum dano estrutural, recuperável ou não. Mas você conhece as classificações e os tipos de sinistro? Confira agora!
Reciclagem automotiva: como é feito o desmonte de peças
Você sabe como as peças automotivas usadas são recicladas no Brasil? Confira agora como funciona cada etapa do processo e os principais tipos de reciclagem utilizados no segmento automobilístico!
O que você precisa saber sobre a busca e apreensão de veículo
Entenda agora como funciona o processo de busca e apreensão de veículo, como saber se o automóvel foi financiado e como resolver a situação!

#AutoDicas

Como saber se o veículo tem passagem por leilão e sua gravidade?
A consulta Leilão Prime traz informação de 7 banco de dados diferentes, os quais englobam desde passagens por leilões registros de locadoras e mercado securitário. Além disso a consulta verifica a classificação do veículo.
Confira a consulta ideal
Existe alguma forma de saber se o veículo foi sinistrado?
Sim. Através da consulta Acidentes e Procedência, terá o apontamento da existência, ou não, do acionamento do sinistro.
Confira a consulta ideal
Por que saber se um veículo tem passagem por Roubo e Furto?
O veículo com passagem por Roubo e Furto sofre grande desvalorização, podendo chegar até 30% de sua tabela FIPE.
Confira a consulta ideal
Como faço para saber se o veículo é assegurável independentemente do condutor?
Através da consulta Radar Securitário você recebe uma avaliação com mais de 15 seguradoras a respeito da aceitação do seguro, preço médio e aceitação da FIPE.
Confira a consulta ideal
Consigo verificar as restrições do veículo sem o RENAVAM?
Em nossa consulta de Débitos você identifica todos os tipos de restrições, tais como alienação fiduciária (financiamento), RENAJUD, dados cadastrais estaduais e muito mais.
Confira a consulta ideal
Posso ter problemas de transferência do veículo por conta do proprietário anterior?
Sim, pois caso o proprietário atual do veículo esteja envolvido em algum processo, você terá chances de ter problemas na transferência. Através da consulta RENAJUD, você verifica a existência e número do processo.
Confira a consulta ideal