Por que fazer a avaliação de veículos usados

Desde que a pandemia começou, a busca pelos carros usados teve um aumento considerável, o que influenciou diretamente na precificação dessa categoria. Para exemplificar, a valorização foi de 54,7% no primeiro semestre de 2021. 

Com tanta procura e diante da alta valorização, faz-se necessária a avaliação de veículos usados para garantir que seja feita uma boa negociação e que o carro esteja em condições adequadas para circular. 

Por isso, separamos alguns pontos que devem ser observados, desde características estruturais até o histórico veicular. 

Continue a leitura para conferir! 

A importância da avaliação de veículos usados 

Quando se fala em avaliação do automóvel, a maioria das pessoas pensa apenas em aspectos técnicos. Mas não é só isso. Muito além da lataria, estrutura externa e interna, está o histórico do veículo. 

Ao fazer uma análise aprofundada, contando com a ajuda da tecnologia e de bancos de dados inteligentes, como o sistema da AutoList, é possível verificar o que há por trás da documentação. Por exemplo: 

Saber se há qualquer irregularidade relacionada a esses fatores é essencial, pois isso impacta principalmente o preço do automóvel, além de poder evitar que o comprador tenha surpresas desagradáveis no futuro, como adquirir um carro com multa do antigo proprietário

O que deve ser verificado na avaliação de veículos usados

Graças ao avanço da tecnologia, as análises veiculares têm se tornado muito mais práticas, rápidas e completas. Aquela burocracia de antigamente ficou literalmente no passado. 

O mercado veicular está cada vez mais atualizado e integrado a estas bases de dados para fornecer resultados mais detalhados. Sendo assim, listamos alguns tópicos que consideramos importantes: 

Aspectos técnicos

Para fazer uma boa avaliação, é preciso conhecer algumas das principais características técnicas do carro (aquelas que o acompanham desde que saem das montadoras): 

  • Tipo de veículo 
  • Tipo de combustível 
  • Tipo de carroceria 
  • Potência do automóvel
  • Caixa de câmbio 
  • Cilindradas

Precificação 

Quando o assunto é precificação de carro, a tabela Fipe é a maior referência no Brasil. A partir dela, é calculado o valor de cada tipo de veículo, levando em conta o ano de fabricação, modelo, cor, região, estado de conservação e demais elementos que possam influir no preço do automóvel. 

(Leia mais em: Como é calculada a tabela Fipe)

Consulta veicular 

Outro passo imprescindível desse processo, é a consulta veicular. Como falamos anteriormente, entender a procedência do automóvel e seu passado com o antigo dono faz toda diferença e pode livrar o novo proprietário de uma série de situações desgastantes. 

Ao consultar o carro, você tem acesso a um quadro de informações sobre pendências financeiras, pagamento de impostos obrigatórios atrasados, como IPVA, se o automóvel já se envolveu em acidentes e muito mais. 

Uma negociação de sucesso e segura requer a transparência de todos esses pontos. 

Você acabou de conferir o porquê a análise de carros usados é fundamental. Esperamos que este conteúdo tenha sido útil! 

Para ler outros materiais como esse, é só acompanhar nosso blog semanalmente e nos seguir nas redes sociais. Até a próxima! 

Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui embaixo que responderemos em seguida! 

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?