O que você precisa saber sobre veículo com débitos

Quando o assunto é veículo com débito, é preciso ter um pouco mais de atenção. Isso porque tanto a venda, quanto a compra de um automóvel que possui irregularidades se torna mais difícil. 

O que fazer nessa situação, então? É sobre isso que vamos falar no post de hoje! A seguir, você vai conferir se vale a pena negociar um carro nessa condição e como consultar se há alguma dívida pendente.

É só continuar a leitura!

Veículo com débito: quais as situações mais recorrentes?

O registro de débito indica que o atual proprietário não cumpriu com as obrigações financeiras referentes ao veículo. Muitas vezes, a decisão de vender o carro se dá justamente pela dificuldade de quitar essas dívidas. Assim, a negociação tende a ter um valor mais baixo do que seria praticado no mercado. 

As dívidas identificadas com maior recorrência se referem a:

  • Financiamentos e juros
  • IPVA
  • Licenciamento do automóvel (CRLV)
  • Seguro DPVAT
  • Multas de trânsito 

Normalmente, ao vender um carro com dívidas, existe um acordo no âmbito da negociação para que o comprador se responsabilize pelo pagamento dessas contas. 

Mas será que vale a pena negociar um veículo assim?

Essa é uma pergunta bem frequente. De fato, o preço mais baixo chama atenção, especialmente quando se trata de um financiamento que já teve parte das parcelas pagas. No entanto, é importante observar com cuidado o valor acumulado em juros e a quantidade de prestações restantes. 

Em caso de multas, é necessário lembrar também que estas costumam ser atreladas ao proprietário do veículo. Por isso, para evitar dores de cabeça, vale a pena fazer o comunicado de venda

De modo geral, é essencial que o vendedor informe ao interessado sobre todas as dívidas existentes em aberto. Seja em relação a financiamento, multas, IPVA, DPVAT, CRLV e os juros inclusos. 

Como saber se há registro de débitos?

Para garantir uma negociação mais segura, o mais recomendado é fazer uma consulta veicular. Só assim você conseguirá saber exatamente se há alguma irregularidade com o carro em questão. 

Na Autolist, inclusive, você pode utilizar a consulta específica de Débitos e ter acesso a diversas informações sobre restrições, multas, impostos, bloqueios, dados cadastrais do automóvel, enfim. Um quadro completo para que você possa fazer uma análise aprofundada e tomar a melhor decisão. 

E então, o que achou deste conteúdo? Para ler outras postagens como essa, é só continuar acompanhando nosso blog e nos seguir nas redes sociais. Até a próxima!

POSTS RELACIONADOS

Olá, posso ajudar?